https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

CIDADE NEGRA II

 
 
CIDADE NEGRA II

Flores desabrocham, pelas ruas da cidade
No caminho de concreto a dor invade
Cidade Negra, cidade devassa
Cidade selvagem da malandragem
Flores desabrocham, na triste paisagem
Na rua onde moro casas derretendo
Calor de 45°, asfalto desmanchando
Flores de aço desabroncham...
Na praça alí pertinho
Chão seco, chão molhado
Chão surrado, desmantelado
Flores desabrocham...
No telhado quente de verão
No amor caliente da solidão
...Cidade Negra.

Edson De Luna Freire ( Direitos reservados )
e-mail: delunafreire@yahoo.com.br


 
Autor
delunafreire
 
Texto
Data
Leituras
846
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.