https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Frio

 
O frio invade-me a alma, plena de ausências passadas, vazios feitos de nadas. Gelam-se os dedos, perdem-se as palavras entre as linhas do tempo, arrefece o espírito que se evapora nas nuvens escuras da tormenta. Cai a neve, sobre minhas folhas amareladas, sinto nos ramos o seu peso, como se carregasse comigo toda a solidão da Terra.

Faz-se a noite da ausência do dia, e eu, deixo o coração perder-se na falta de ti. O tempo passa por mim sem me cumprimentar, vejo-o ir embora e deixo-me aqui ficar, esperando eternamente a tua chegada. Cruzo as estrelas com um olhar, tentando lá te encontrar, perscrutando os céus, paraísos perdidos, em busca de te amar.

Perco-me do destino, desencontro-o para não ter de me cruzar, quero ficar, só, nesta noite fria, deixar de sentir o meu corpo clamar pelo teu, calar a minha alma e não chamar por ti, quero apenas ficar sozinho, aqui, esperando, esperando que venhas por mim.

 
Autor
Noite
Autor
 
Texto
Data
Leituras
753
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 21/11/2007 23:55  Atualizado: 21/11/2007 23:55
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4571
 Re: Frio
É bom amar Noite, mas dói que se farta, não?

È bonita a sua Prosa

Beijinhos

Enviado por Tópico
t u r t l e m o o n
Publicado: 01/02/2008 13:00  Atualizado: 01/02/2008 13:00
Super Participativo
Usuário desde: 16/11/2007
Localidade:
Mensagens: 167
 Re: Frio
só as tuas palavras aquecem esse frio de alma...lindo!

Enviado por Tópico
deep felling
Publicado: 19/11/2008 00:32  Atualizado: 19/11/2008 00:32
Super Participativo
Usuário desde: 04/02/2008
Localidade: odivelas
Mensagens: 143
 Re: Frio
E só de ler este poema aqueço a minha alma de gênio.