https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

INSTANTES

 

Que saudade de um talvez...
Da certeza duvidosa de que fossemos nós...
Daquele instante em que passado, presente e futuro,
Nascidos em devaneios tornaram-se um.
Que saudade dos ruídos...
Aqueles que violavam-me a paz,
Enquanto o paraíso sorria serenamente
Prometendo a eternidade.
Que fome da ânsia...
Que sede de beber do que fui,
Enquanto não era esta paz.
Rosilayne Vasconcelos

 
Autor
Rosilayne
Autor
 
Texto
Data
Leituras
641
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/08/2012 20:56  Atualizado: 26/08/2012 20:56
 Re: INSTANTES
Muito bom, parabéns

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 26/08/2012 21:17  Atualizado: 26/08/2012 21:17
 Re: INSTANTES
Mais um cantar saudosista envolto num talvez...
Enquanto o sim e o não, não se revelarem fica a esperança pelo meio numa in.certeza...

Abraços
Luzia

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 26/08/2012 22:17  Atualizado: 26/08/2012 22:17
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9297
 Re: INSTANTES
Poetisa Rosilayne

Um poema saudoso, a saudade sempre nos faz escrever coisas lindas embora tristonhas.
Parabéns gostei de ler!
Creio que é nova na casa, seja bem vinda!
Bjinhos
Carol
Open in new window

Enviado por Tópico
And.Marques
Publicado: 28/08/2012 13:50  Atualizado: 28/08/2012 13:50
Super Participativo
Usuário desde: 23/07/2011
Localidade:
Mensagens: 148
 Re: INSTANTES
Gostei do trabalho!!!Muito bom!!!