https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

FORÇA DO ACASO

 




Quando você me vê
Eu vejo acender...
Outra vez aquela chama.
Tento me esconder...
Sei que meu fogo te arde
Sei que minha boca te alucina.
Quando te conheci...
Não quis acreditar muito que podia
E nem queria apostar em nós dois.
Não creio, e nem sei.
Só sei que meu coração fica triste...
E me cobra isto o tempo todo.
Sinceridade e lealdade é coisa rara de se encontrar
Já tive experiências indesejáveis...
Onde só se reinavam deslealdade e duplicidades venenosas.
Sou vacinada contra esta virose...
Virose brava, que bate e se esconde.
E que se chama traição...!
Remédio não tem...
Mata aos pouquinhos...
Joga-te no chão...
Deixa-te drogado com marcas e sem direção.
Agora te vejo...
Não sei o que fazer com você
Já nem sei...
Se posso ou se consigo amar outra vez.
Quem sabe! Você pode ser...
A força do acaso...
Que veio para ficar...
E curar esta ferida que ainda dói.
Quem sabe…!

 
Autor
selda100
Autor
 
Texto
Data
Leituras
416
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.