https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

A DIARISTA

 
Me madrugo todo dia
Saio cedo a trabalhar
Nesta correria louca
Cinco filhos a sustentar

O pior é a condução
Me deslocar para trabalhar
São dois onibus todos os dias
Duas horas vou ficar
Chacoalhando até chegar.

Chego lá a patroa estar
Estressada me esperar
Pois ela também precisa
Sair para trabalhar

Lavo e passo o dia inteiro
Tenho a casa para limpar
E o almoço a preparar
Nem dá tempo pra pensar
Meu trabalho é muito árduo
Muita força pra pegar

Corro aquí,corro acolá
Fim do dia vai chegar
Preciso correr pra casa
Cinco filhos para cuidar
Meu salario é uma merreca
Más sem ele piorar.

Neste mundo de meu Deus
Cada um tem seu lugar
Uns tem tudo,outros nada
E a vida contiuar.

SELDA KALIL

 
Autor
selda100
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1659
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.