https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Dois Corações

 
É como um Poeta Parnasiano
Difícil Viver Esse Fim de Ano
Lágrimas já não se Deitam em meu Rosto
Mas Há um peso Do Errado em Meu Dorso
Já não sei quem fala Mais
Meus Dois Corações ou Minha Mente
Que Não me Deixa em Paz.

Há um Exército de Confusões
Uma Guerra Entre Razões e Ilusões
Há de se Esperar a Glória da Razão
Pois Ninguém vive de Ilusão.

Dois Corações divididos entre o Amor e a Paixão
É a Presença do Poeta insistente ou Solidão?
Dúvidas escureceram meu Campo de Visão
Com a Realidade só vejo o Clarão

Apaixonar-se Amando...
Cilada maior Não há
Pois na Luz do Dia o Amor viverá
Enquanto que nos meus Profundos e escuros Sonhos
A Paixão continuará como sempre foi...
Uma Breve e Linda Lembrança.

Katlelly Chaves


Katlelly C.

 
Autor
KatlellyChrystina
 
Texto
Data
Leituras
762
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/11/2012 16:31  Atualizado: 19/11/2012 16:31
 Re: Dois Corações
Uma Guerra Entre Razões e Ilusões
Há de se Esperar a Glória da Razão
Pois Ninguém vive de Ilusão.

Eu creio sim ,que vivemos de ilusão.
Abraço luminoso.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 19/11/2012 17:38  Atualizado: 19/11/2012 17:38
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16065
 Re: Dois Corações
Dualidade de emoções! Belo e instigante poema! Gostei imensamente! Bjos!