https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Felação

 
E sonhar!...

Vinha toda angelical em vestes brancas
Pairava sobre nuvens de rosas prateadas...
Dois mil sóis resplandeciam em sua boca,
Dona do céu bordado de estrelas encantadas!...

Estático, com abrasada chama em peito ardente,
Com seus dedos novos trêmulos pelo poente,
Além da tênue e avermelhada linha do horizonte,
Onde os amores esperam serem encontrados,
Lá no leito jucundo, atrás dos morros de papel
Sorri o dono do céu, olho do mundo... O Astro-Rei!...

Aguardava-te com meus olhos pequenos, fechados...
Névoa de cores mil nos arrebatava e nos envolvia...
Viam-se nossos frouxos olhos em delírio, se amando...
Encantou-se o mundo daquela louca e maga magia
Que fluía macia dos desejosos corpos se beijando...

Não há mais dor pelo coração. Não há mais medo...
Entrecruzados estão os nossos olhares e dedos...
Queda uma pérola lágrima feliz de meus olhos
Pálidos, cálidos e banhados pelo suor dos corpos...

Lábios serpenteando e se retorcendo em comunhão
Quase satânica com o aveludado das nossas línguas
Que se enroscam numa libidinosa e vil felação...



 
Autor
Gyl
Autor
 
Texto
Data
Leituras
784
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 24/11/2012 15:56  Atualizado: 24/11/2012 15:56
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 14908
 Re: Felação
Amigo Gyl!
Belo e sensual esse seu poema!
Parabéns pela ousadia!
Gostei de ler te!