https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Imaginem

 
Imaginem uma cantora com voz de anjo, mas cuja alma é incapaz de atingir o voo.
Imaginem um poeta incapaz de morrer por um verbo mal conjugado, num sonho que pode ruir porque lhe colocam andaimes onde deviam estar fósforos.
Imaginem aquele que pega fogo às certezas, às convicções, que não passam de gaiolas a cercar os adjectivos que existem para que os dias sejam mais felizes, mais lágrimas até, mais sopro de uma coisa, a que uns chamam divindade, e outros vida.
Imaginem um cantor de rua, um actor sem palco, um pintor sem tela.
Conseguem?
Que sobra de nós quando não conseguimos ouvir um rio, cheirar uma nuvem, tomar em mãos uma lágrima?
Eu tenho uma ideia. É feita de abelhas.


O meu verdadeiro nome é José Ilídio Torres. É com ele que assino os meus livros.
Já publiquei 10 obras em géneros diversos: crónica, romance, conto e poesia.
Foi em 2007, aqui no Luso, que mostrei pela primeira vez.

 
Autor
SilvaRamos
 
Texto
Data
Leituras
617
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 04/03/2013 00:57  Atualizado: 04/03/2013 01:00
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3857
 Re: Imaginem
"Imaginem um poeta incapaz de morrer por um verbo mal conjugado, num sonho que pode ruir porque lhe colocam andaimes onde deviam estar fósforos."

Existem tantos por aí... tantos sonhos que ruirão um dia, quando os andaimes se desmontarem...

Verdadeiro e ao mesmo tempo poéticamente belo.

Bom para reflectir, antes que cheguem as abelhas!

Enviado por Tópico
fotograma
Publicado: 04/03/2013 14:26  Atualizado: 04/03/2013 14:26
Colaborador
Usuário desde: 16/10/2012
Localidade:
Mensagens: 1576
 Re: Imaginem
eu tenho uma vaga idéia lambendo areias por aí