https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Constelações

 
Adoro contar as estrelas
Sentada à noite ao luar
Formar quimeras entre elas
Esteja eu em qualquer lugar

Posso estar aqui na terra
Ou ir até à lua a recriar
Perco-me na minha era
Que nada me faça aterrar

Sopro nuvens de aguarela
Nascem flores a constelar
Constelações com uma vela
Dentro d´um barco a ondear

Não cogites em me acordar
Só se a mão me quiseres dar
Dançando na utopia do olhar
Numa grande noite ao luar


Cristina Pinheiro Moita /Mim/

 
Autor
mim
Autor
 
Texto
Data
Leituras
818
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.