https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tostões

 
Como é bom ser pequenina
Não querer agradar a alguém
Ser honesta e lavadinha
Ter bom pai e boa mãe

Poucos que sobem na vida
São honestos e trabalhadores
Aqueles que sobem mais
São velhacos e traidores

Saber contar os tostões
Fazia bem a muita gente
Não era tão idiota
E vivia mais contente

Nesta vida não rimo nada
Como a vida também não
Assim não morro enganada
Morro nua como o ladrão

Isto não é para todos
Não é para toda a gente
É para muitos empolados
Que fazem o mundo diferente


Cristina Pinheiro Moita /Mim/

 
Autor
mim
Autor
 
Texto
Data
Leituras
447
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.