https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quatro Peças de Perigo

 
Tags:  amor    paixão    namoro    Estações  
 
Quatro Peças de Perigo
 
Nunca vi um outono igual.
As nossas folhas, sempre,
caindo em diferentes direções.


Invernos sempre frios.
Os meus braços,
sentem falta dos seus.


Todas as flores se abrem,
para sentir o seu cheiro.
Primaveras invejosas.

E todos os meus verões são quentes.
Brigamos sempre, a causa dos nossos fins.
Extremamente esperados, desesperados e aflitos.
Até que você me aparece, rodeada em graça.
Ela não tem nome.
O que tem é uma cascata negra sobre os ombros.
Dedos longos que atiçam e excitam.
E o mais agradável...
Ela é o significado do amor.

 
Autor
Milatuanne
 
Texto
Data
Leituras
1130
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 02/07/2013 10:12  Atualizado: 02/07/2013 10:12
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29822
Online!
 Re: Quatro Peças de Perigo
Um poema onde as palavras se encandecen no mais encanto brilho. Palavras sabias da mais bela sabedoria


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 06/07/2013 21:45  Atualizado: 06/07/2013 21:45
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17685
 Re: Quatro Peças de Perigo
Poeta
Belo poema! Quatro estações interferindo nos sentimentos vivenciados! Instigante!
Adorei a leitura!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 24/07/2013 01:24  Atualizado: 24/07/2013 01:24
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 10240
 Re: Quatro Peças de Perigo
Boa noite Mila, seus versos narram uma relação em que acontecem acertos e desacertos, porem não se perde a magia do amor, parabéns pelo seu contagiante poema, um grande abraço, MJ.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 13/09/2013 11:30  Atualizado: 13/09/2013 11:30
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 10240
 Re: Quatro Peças de Perigo
Bom dia Mila, sua personagem apega-se as particularidade das estações do ano para traçar um paralelo com as nuances que norteiam sua relação amorosa, e define que apesar de tantas diferenças entre estações, os fundamentos do seu amor são estáveis, e que estes buscam sempre veredas conflitantes. Parabéns pelo seu eloquente poema, um grande abraço, MJ.