https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Facção do Amor

 
 
Open in new window



Inspirado nos versos de Drummond...



"Faço parte de uma quadrilha,
Faço parte sim, senhor.
Uma quadrilha impiedosa,
sanguinária e que provoca dor.

Na minha quadrilha tem sofrimento,
Espalhou-se por nós como o vento,
Era um rebento junto ao sentimento.

Na quadrilha nem se quer há dança,
todos se gostam muito, porém com desdém.
Só que todos amam sempre alguém,
e no final, entre nós, ninguém ama ninguém."





Poema escrito por mim, claramente baseado no poema de Carlos Drummond de Andrade: " Quadrilha ", referindo-se ao sofrimento de amar alguém e este ama a outra pessoa, assim como nos versos de Drummond. Para quem não conhece o poema, aqui está:

"João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém.
João foi para os Estados Unidos, Teresa para o convento,
Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,
Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes
que não tinha entrado na história."

 
Autor
UsuarioZWT
 
Texto
Data
Leituras
972
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/08/2013 00:41  Atualizado: 03/08/2013 00:41
 Re: Facção
Ficou muito lindo!

"Ninguém ama niguém"

Uma grande verdade.

Abraços

Enviado por Tópico
fotograma
Publicado: 03/08/2013 03:43  Atualizado: 03/08/2013 03:43
Colaborador
Usuário desde: 16/10/2012
Localidade:
Mensagens: 1576
 Re: Facção


Enviado por Tópico
amandu
Publicado: 03/08/2013 04:08  Atualizado: 03/08/2013 04:08
Colaborador
Usuário desde: 24/03/2008
Localidade: LISBOA
Mensagens: 3651
 Re: Facção
POEMA FRACO NA MEMÓRIA DO MUNDO MAS NO ENTANTO GRANDE NO SABER DE TUDO.
UM ABRAÇO E UM GRANDE VERBO O SEU.
AMANDU