https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sobre o papel

 

Poeta é um criador
Que comparte
A tristeza e o amor
Como uma arte
Sobre o papel…

É um mero vagabundo
Que tem toda a riqueza do mundo
É um sedutor de caneta,
Um ilusionista, um profeta
Sobre o papel…

Todos os poetas têm
A poesia à flor da pele
E sobre o papel…
Traços com sabor a mel.



José Coimbra

 
Autor
Legan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
972
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
21 pontos
5
4
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
IsabelRFonseca
Publicado: 25/02/2021 11:43  Atualizado: 25/02/2021 11:44
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade:
Mensagens: 4560
 Re: Sobre o papel


O poeta é um sonhador
entre o amor e a tristeza
escreve um poético sentimento
que vai na sua alma.

um abraço poeta José (Legan)

Enviado por Tópico
Erotides
Publicado: 26/02/2021 00:57  Atualizado: 26/02/2021 00:57
Colaborador
Usuário desde: 26/02/2020
Localidade: BRASIL
Mensagens: 818
 Re: Sobre o papel
É um poema adorável. O que e bom tem quê ser visto e não esquecido, deve ser sempre relembrado.

Enviado por Tópico
agniceu
Publicado: 26/02/2021 03:29  Atualizado: 26/02/2021 03:29
Da casa!
Usuário desde: 08/07/2010
Localidade:
Mensagens: 319
 Re: Sobre o papel
Parabéns pelo seu belo poema , José !

“ Sobre o papel…”
O poeta é um universo ….
Mas deveríamos ser sempre sinceros de coração …
Dizer a verdade da forma mais bela …
Estou a dizer isto, talvez porque não sei ser poeta …nem mesmo escrever …

Um abraço

Enviado por Tópico
AntónioFonseca
Publicado: 26/02/2021 18:56  Atualizado: 26/02/2021 18:58
Colaborador
Usuário desde: 31/05/2013
Localidade:
Mensagens: 1371
 Re: Sobre o papel
O poeta tem o dom na força do pensamento, que transborda na alma e o coração sente, onde tendo a caneta e papel nas mãos,escreve pela estrada do movimento da mente, entre as linhas e as entrelinhas com o tempo e o espaço.
O tempo é lento enquanto a caneta vai deslizando pelo papel, escrevendo cada letra com cuidado para não perder o espaço. E assim a poesia e o verso, é a plenitude de um poeta, por vezes feliz outras angustiado, por vezes com o sabor a mel e outras vezes o sabor a fel.
E vivam os poetas e a poesia, na imensidão das palavras, onde muitas são levadas pelo vento.
Mas fica sempre a arte da paixão da escrita com a caneta na mão. ✍️🖊️📋

Abraço, poeta José Coimbra

António Fonseca

Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 01/03/2021 12:14  Atualizado: 01/03/2021 12:14
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 2028
 Re: Sobre o papel
Lindo poema caro Legan, gostei muito!
Abraço carinhoso