https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

EGOÍSMO

 
EGOÍSMO

Quero-te soda, toda para mim.
A mais ninguém tu podes pertencer.
Feliz, sempre comigo hás-de viver;
Que delícias terás, na vida, assim!...

Depôs, ambos sozinhos, num jardim,
Onde tu, meigamente, irás colher
Florinhas, que, ditosa, irás trazer:
Um goivo, uma açucena, ou um jasmim…

Mas, não! Não falarás a mais ninguém.
Embora vivas uma eternidade,
Todo esse tempo para mim será!

Troca o mundo por mim, meu doce bem;
Pois só assim terás felicidade,
Que nunca, nunca mais acabará!...


 
Autor
FRANCISCO QUARTA
 
Texto
Data
Leituras
2784
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 27/12/2007 08:07  Atualizado: 27/12/2007 08:07
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3702
 Re: EGOÍSMO
Claro que o ciúme do poeta, é ...poético, como não poderia deixar de ser. Não será doentio!Um ramalhete florido para compor um belo poema. Parabéns.
h@p

Enviado por Tópico
q14
Publicado: 27/12/2007 08:25  Atualizado: 27/12/2007 08:25
Da casa!
Usuário desde: 02/10/2007
Localidade:
Mensagens: 247
 Re: EGOÍSMO
Bom soneto. A primeira quadra pareceu-me de facto muito bem mesmo.

Enviado por Tópico
Juli Lima
Publicado: 27/12/2007 12:06  Atualizado: 27/12/2007 12:06
Colaborador
Usuário desde: 02/08/2007
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 991
 Re: EGOÍSMO p/ FRANCISCO QUARTA
Bom dia! Expressivo versejar. Feliz 2008! Bj poesia