https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Velhos Companheiros

 
Velhos Companheiros


Hoje, nem sei por que me lembrei do passado,
E bateu-me cá no peito uma saudade.
Daqueles nossos tempos lá na faculdade
E da taberna que ficava bem ao lado.

Em que, às sextas-feiras, após o sinal dado
Nós íamos para saber se havia novidade
E, quando chegávamos, havendo lá nova beldade,
Por lá ficávamos e gastávamos dobrado.

Que belos e bons tempos foram aqueles!
E hoje, casualmente lembrei-me deles
E de vós amigos que, nunca mais os vi.

Certamente todos vós estais formados,
Provavelmente estarão todos casados:
Velhos companheiros! Eu não vos esqueci!...


Roberto Jun

 
Autor
Robertojun
 
Texto
Data
Leituras
684
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/02/2014 13:58  Atualizado: 12/02/2014 13:58
 Re: Velhos Companheiros
Belíssimo!
Digna lembrança dos doces
momentos do passado.
Fui longe...Viajei contigo
Parabéns

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/02/2014 15:48  Atualizado: 12/02/2014 15:48
 Re: Velhos Companheiros
Seu belo, bem rimado e melodioso
soneto também me fez mergulhar no
passado.
Muito bom.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 12/02/2014 16:03  Atualizado: 12/02/2014 16:03
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6596
 Re: Velhos Companheiros
Oi amor!Passou-me um filme ao ler-te.Parabéns por nos trazer uma obra tão bela e saudosa.Bjs