https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

UM PORCO AMOR.

 

Nas juras que me fizestes, não haviam solidez, agora é a minha vez, de enfatizar aos fatos, sem esta de honradez, pois eu sou um seu freguês,
destes que come em seu prato, quando entramos num chiqueiro, fazemos parte dos porcos, toleramos o mal cheiro,seguimos o mesmo norte, nos lambuzamos de lama, para ter um odor bem forte, porem me veio um aroma, dum vento sem direção,ainda não sei quem o exala, mas agradou meu coração, te aviso com pertinência,não quero mais convivência, com este teu ser despojado, foi bom enquanto durou, vivemos um porco amor, gostei de está ao teu lado.
Foi um sentir inesperado e indigente, me fez velar por um amor inda embrião, como é sinistra esta dor que invade a gente, e é tutelada pelo clamor do coração, outras iguais eu me recuso à albergar, se dói assim amar a quem não ama a gente, eu vou urgente a um convento me entregar, a amar a Cristo que retribui nossos sentimentos.
Quem será que me domina, com isto não perco o sono, pois adoro o abandono, do que me dizem ser o certo, se o mundo tem seus desertos, porque preciso dum oásis, respondam-me se puderem, mas nada de enganações, pois o meu velho coração, já tem abismos demais, admito como hipótese, que o homem tem os seus dotes, mas é Deus quem o satisfaz.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
605
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2014 16:11  Atualizado: 21/03/2014 16:12
 Re: UM PORCO AMOR.
O amor é tão ingrato, não é Miguel?
O melhor mesmo é usar o velho truque,
e quando ele supor que lhe lançou cadeias, fuja!
De um amor a outro, dance como faz o vento.

Amei a leitura
Abraços


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 21/03/2014 16:33  Atualizado: 21/03/2014 16:33
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2987
 Re: UM PORCO AMOR.
Miguel, Excelente o texto, bem escrito e o recado bem dado!
Já vivi um "Porco Amor".
Mas resolvi abandonar a "lama" que me envolvia.
Parabens.
Abraço.
Branca