https://www.poetris.com/
 
Artigos : 

O que difere um conto de um romance?

 
Tags:  literatura    contos    romances  
 


Para tentar extrair esta diferença não poderia deixar de citar duas obras:
Iracema de José de Alencar e O Alienista de Machado de Assis. Porque o primeiro citado seria um romance e o segundo, um conto?
Esta questão que parece aos olhos do leitor não possuir diferença alguma é mesmo de dar um nó no cérebro de alguns escritores. Mas continuemos...
Vale ressaltar que sou tão amadora aqui quanto você com sua curiosidade aguçada. E Deus me livre dessa coisa de citar ou enumerar regras.
Mas cá entre nós, as regras são responsáveis pelo nosso primeiro passo, isso mesmo, “primeiro passo”, pois quando aprendemos a nos equilibrar abrimos mão de algumas “ditaduras literárias”, pelo simples fato de desenvolver características próprias ao escrever.
Voltando ao assunto. O que difere uma obra da outra? Seria o número de páginas?
Diria que não. Iracema e O Alienista possuem mais ou menos o mesmo tamanho. E pode um conto ter uma página ou trezentas, tanto faz. Mas não é a quantidade de páginas que irá qualificar o texto literário como conto.
O que caracteriza um conto é a trama abordada, com poucos personagens e num único espaço de tempo. Pode ser de narrativa longa ou curta, com poucos, muitos ou nenhum diálogo. Isso varia do modo criativo de cada escritor. É importante saber respeitar isso. Ninguém está obrigado a seguir os passos de “fulano”. Devemos ser receptivos. E saber aceitar a diferentes métodos de criação.
Vale ressaltar que algumas regras que servem como normas para caracterizar um conto continuam intactas, mesmo após muitas mudanças.
São elas:
• Apenas um conflito
• Poucos personagens
• Um núcleo
• Uma ação principal que desencadeará todo o resto da narrativa
• Toda a história girará em torno da trama
É a partir destas bases que será possível dizer se o conto é realmente um conto.
Edgar Alan Poe pregava que a força do conto deveria estar em seu epílogo.
Anton Tchekhov nos trouxe o conto moderno, sem epílogo e dizia que se deveria cortar o início e o fim dos contos, a fim de que causassem maior impacto aos leitores.
Chamo a atenção para os estilos “diferentes”. Ambos são considerados os gigantes da arte do conto.
É isto o que diversifica as obras, onde você não tem a sensação de “dé jà vú” ao folhear um livro.
O que caracteriza um conto é a espécie da narrativa, que devido a poucos personagens tende a ser curta.
É comum quando alguém lê um conto bom e teima que se o autor escrevesse mais tornaria a história ainda melhor. Em alguns casos sim... Em outros seria uma ruína total.
O conto deve possuir o único objetivo de surpreender ao leitor. O final sempre deve ser surpreendente, sem alardes no meio da trama...
Poderia afirmar que o que caracteriza o conto é a carga dramática carregada de suspense. Por mais que se queira estar à frente, não se deve abrir mão de causar aquela sensação de “não entre no carro, o assassino está no banco traseiro”, todo leitor aprecia esta sensação. Se o autor conseguir provocar e instigar com suas palavras, sem tornar a leitura cansativa, terá conseguido escrever um bom conto, digno de ser levado para a cama, e lá ser devorado até as últimas palavras.
Por isso digressões e descrições demasiadamente longas devem ser extremamente evitadas.
Capriche no suspense. Aguce a curiosidade do leitor.
E jamais, em hipótese alguma subestime a inteligência e interpretação de quem lê.

Por hoje é só, espero ter ajudado.


Alessandra Benete

Nada do que está escrito acima deve ser levado a sério.
 
Autor
alessandrabenete
 
Texto
Data
Leituras
1011
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
6
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 15/04/2014 18:09  Atualizado: 15/04/2014 18:09
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: O que difere um conto de um romance?
Boa tarde Alessandra, sua avaliação nos auxilia, na construção de um conceito mais robusto sobre a classificação do texto, parabéns pelo excelente trabalho, MJ.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/10/2014 13:54  Atualizado: 12/11/2014 03:03
 Re: O que difere um conto de um romance?
nossa que curti demais sua intervenção literária alexandra,gosto muito de aprender coisas novas, o q achei bacana foi o jeito simples,super despojado q vc escolheu para explicar,e realmente faz sentido. obrigado pela excelência do seu texto,vc é uma escritora ultra up rsrsrs, destaco esse parte q achei bem oportuna:

E jamais, em hipótese alguma subestime a inteligência e interpretação de quem lê.

valeu,bom dia pra vc


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/10/2014 14:27  Atualizado: 21/10/2014 14:27
 Re: O que difere um conto de um romance?
Ótimo seu artigo.