https://www.poetris.com/
 
Crónicas : 

AMOR RETRÔ X AMOR MODERNO

 
Tags:  amor    paixão    alma    sentimento    fingimento  
 

Dizer "eu te amo" tá tão na moda que só falta fazer desfile na Fashion Week inovando com frases e declarações mais elaboradas e que acompanhem cada estação do ano!

Proponho um desfile com tatuagens, plaquinhas dependuradas no pescoço, pulseiras, roupas, acessórios, cama, mesa e banho e por aí vai... Será bem-vindo na passarela qualquer tipo de inovação que propicie um ar de realidade ao fingimento, já que é esta a intenção do “doador”.

Não pasmem com minhas palavras, porque não é preciso ir longe para ver tais “demonstrações” de afeto.

Indago-me sobre o quanto as pessoas permitem-se levar por tal atrocidade, pior do que não amar, é fingir amor para quem de fato ama. E bem pior do que não ser amado, é aceitar de bom grado o falso amor.

É uma preocupação em estampar o “relacionamento perfeito” nas redes sociais. É fácil, muito fácil compartilhar fotos daquilo que não se vive no dia-a-dia... Um falso amor... Uma falsa felicidade... Nas redes sociais você pode ser até a princesa ou príncipe do Egito se assim desejar. O perfil é seu, não é?!

E cá entre nós, nem tenho nada haver com isso... Mas gosto de opinar sobre essas coisas grotescas que tomam cada vez mais espaço na sociedade, e deu-me Deus este dom de “quiçá”, que inunda a minha mente com palavras, mas isto já é outro departamento...

Voltando ao assunto...

Enquanto isso o tempo passa, porque se bem me recordo, tempo não espera por ninguém.

E sinceramente, quem se presta a viver uma situação deste tipo, de fato nunca viveu um amor verdadeiro. Porque quem saboreia a felicidade, não se contenta com fingimentos, tampouco com migalhas.
Algumas pessoas não sabem dar fim a um ciclo para que outro se inicie. Em alguns casos, o problema é psicológico e requer tratamento. Em outros é falta de vergonha na cara, acompanhada por dependência financeira e sentimental, o que desencadeia um quadro de FALTA DE AMOR PRÓPRIO!

Acrescento muito mais a este singelo texto, FINGIR AMOR NÃO É PERDA DE TEMPO, É PERDA DE VIDA!

Além do desfile sugiro também uma premiação para quem tem audácia de demonstrar amor de verdade, ato que nos dias de hoje pode e deve ser considerado de extrema coragem.

Antigamente, ouvir “eu te amo” era o sonho de consumo de qualquer ser apaixonado, há décadas foi o meu... A oposição que me perdoe, não abro mão de um bom e gostoso amor estilo retrô. Um amor que não necessita de palavras para declarar, pois é vívido no olhar.

Com toda esta modernidade é preciso muito mais do que palavras, é preciso sentir... É preciso tocar a alma.


Alessandra Benete

Amor retrô

uma brisa do passado
toca-me o rosto
e aguça o desejo
de querer-te de novo...

_Alessandra Benete
 
Autor
alessandrabenete
 
Texto
Data
Leituras
955
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Norberto Lopes
Publicado: 17/04/2014 23:03  Atualizado: 17/04/2014 23:27
Colaborador
Usuário desde: 15/03/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 970
 Re: AMOR RETRÔ X AMOR MODERNO
olá, Alessandra

Obrigado por ter partilhado connosco este texto soberbo de oportunidade.
Usando uma expressão brasileira: «Vc botô pa quebrar»

parabéns
nl

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 18/04/2014 17:38  Atualizado: 18/04/2014 17:38
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16203
 Re: AMOR RETRÔ X AMOR MODERNO
Excelente! Feliz Páscoa!
Janna