https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

NOTURNO

 
Tags:  universo    norte    pesadelos    sopro    abismos  
 
NOTURNO
 
NOTURNO

Elen de Moraes Kochman

Águas de cruas saudades,
Por onde sempre navego,
choram comigo as dores
dos amores que partiram.
Noites em que os pesadelos
adormeceram estrelas,
acalentam minhas mágoas
e dão vazão ao meu pranto.

Sobre o universo dos sonhos
a lua balança tímida,
sem poder me confortar!
A solidão, tão medonha,
minha fiel companheira
grita por mim o que calo,
quando sufoco os gritos
que dilaceram minha alma.

As loucuras das paixões,
levaram-me para abismos...
e nas brumas dos caminhos
desbotaram-se ilusões,
que bordaram minha vida.
O que antes era meu norte,
hoje... é somente um sopro
que me empurra para a morte.



Open in new window

Arthur Rubinstein - Chopin Nocturne Op. 9, No. 1 in B flat
 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
1149
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
8
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 18/04/2014 15:06  Atualizado: 18/04/2014 15:06
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: NOTURNO
Tristonho, muita melancolia, mas bonito
Gostei de ler.

Boa Páscoa para a
Poetiza.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/06/2016 21:03  Atualizado: 03/06/2016 21:03
 Re: NOTURNO
Eu adorei.
Li e gostei.
parabéns.
Ficar bem.
PG


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/06/2016 13:10  Atualizado: 04/06/2016 13:10
 Re: NOTURNO
Nossa.
Quanta inspiração.
Se fosse água do fosso da juventude.
Terias que renascer de novo.
para proceder tal ato.
Bravos poeta.
A melodia e as rimas se encaixaram tão bem como que se fossem.
Casal de namorados.
Perfeito.
No meu entender o recado.
Acho que a historia não e de morte e sim de vida.
Um bom final de Semana para você.
Ficar bem.
PG