https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Antítese

 
Open in new window

Antítese
Terrível anoitecer
Tatuado a sangue, escuro!
A face negra da morte tece o ser
Correntes acorrentam teu futuro

No corpo cortes profundos, os cabelos densos imundos
Olhar negro profundo, prisões em dualidade
Antítese da liberdade

Criação do vicio e das trevas
Cuspido meio a lixo e perdição
Esquartejado em suas feridas abertas
Carne putrefata, alma negra, destruição

Anticristo, seu profeta e mentor,
sangue denso imundo
Espumas de ódio, ódio profundo
Antítese do amor

Alexandre

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
460
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.