https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Até o último momento

 
Até o último momento

Até meu último momento, enquanto o sangue, como seiva viva de esperança, correr em minhas veias, trazendo-me vida, eu vou te amar... Tanto, como no dia em que te conheci e fiz de ti a única razão de existir, de respirar, de sorrir.
E também de ti eu fiz a única razão e inspiração de todos os versos que um dia escrevi.


" ...descrevo sem fazer desfeita,
meu sofrer e meus amores
não preciso de receita
muito menos prescritores."




 
Autor
LuizMorais
 
Texto
Data
Leituras
277
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.