https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Só mais um, sem medo.

 
É tarde. Já escureceu.
É hora de sair de mim,
Fiz tudo quanto me apeteceu.
E cumpri o meu dever assim

Os dias já não me arrefecem,
Com aquele frio solitário.
Nem tão pouco me aquecem,
Muito antes pelo contrário.

Sinto-me só. É um facto.
Mas tenho quem me acompanhe,
Quem me mantenha em contacto
E ainda que não me estranhe.

Vale de pouco. Nada me ascende
Nem me alegra nem me contenta
Nem me sacia, nem me tenta.
Agora, já nada me prende.

Sou só mais um que eu sei,
Talvez não tão comum assim
Mas mais um, que eu bem sei
A dar o que tenho, "oh pra mim".

Cá dentro amanhece,
E eu sem ver pingo de luz,
Sou mais um. Acontece.
Mais um que em nada se traduz

No entanto, escrevo e avanço,
Sem problema, eu não me canso.
Nem sequer há com quem lutar
Quanto mais pra me derrotar.

Posso errar livremente.
Assim é como me sinto.
Solto, por entre o presente,
Livre de obrigações,
Digo o que penso, não minto,
E mesmo mentindo é sem preocupações.

Não há quem me pare, é certo
Nem ninguém para me segurar.
Não quero nem ninguém perto
Nem ninguém para afastar.

Talvez um dia, por um momento
Se solte de mim este pensamento
E dê por mim ao relento
A pensar no que aguento,
E vá procurar mais atento
Quem possa dar cem por cento.
Até lá espero desatento
Mantendo-me assim pelo cinzento.

Sou mais um? Sinto-me só?
É um facto. É verdade.
Mas sou feliz. Não haja dó.
Quero por inteiro, a dignidade.

 
Autor
PLiff
Autor
 
Texto
Data
Leituras
728
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
30 pontos
4
5
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 21/09/2014 11:52  Atualizado: 21/09/2014 11:52
Colaborador
Usuário desde: 01/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4302
 Re: Só mais um, sem medo.
Hummmmmm.
Alguém esteve falando de si, por aqui nesta poesia, despojada de vaidades.
Gostei muito de ler.
Já há muito não lia um poema assim, pseudo simples, sendo, no entanto, muito complexo.

PLiff, partilhaste teu interior, muito transparente, que adorei "ver".
Pareces jovem, nesta partilha, e as palavras são tão apropriadas, que me arrepio de lembrar a minha própria juventude.
Parabéns
Um abraço grande
Eureka


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 25/09/2014 21:08  Atualizado: 25/09/2014 21:10
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Só mais um, sem medo. P/Pliff
Gostei muito de ler e alegrei-me de ver um jóvem, assim me parece, tão simples e já com uma inteligência tão amadurecida e digna, os meus parabéns! Desejo~lhe um frutuoso futuro.
Abraço. Vólena