https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Sombrios : 

Longe da Vida

 
Tags:  vida  
 
Encerrado no tempo da vida
Das mais obtusas e obscuras paisagens me contemplo
Rio ironicamente para alegrar-me
Bebo, para da tristeza esquecer-me
Se dormir algum dia
Será um dormir longo e intenso
Pois neurónios meus, paralíticos estarão
Vagarosamente ir-se-á a respiração
Pois fatigara a mente de tanto pensar
Feito um jovem sem leme
Que de fome treme
Com desejos flutuando ogivalmente
E finalmente, descansarei
Numa infinita viagem da vida
Longe dela estarei
Assim, a minha alma se repousa
Longe da vida
A Magia das Palavras






Egnancio Mboene

 
Autor
Egnancio
Autor
 
Texto
Data
Leituras
390
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.