https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Introspecção : 

Heterónimo, Fernando Pessoa

 
Tags:  Matéria-Prima  
 
Sou uma das sete artes
usada para fins estéticos,
Retrato a vida em partes
só com recursos genéticos,
Fingir? Poetas patéticos,
desminto Fernando Pessoa,
Eu sinto os dons poéticos
não sinto o que apregoa,
Lava-me, não me ensaboa
pois recriei a história,
Cem anos depois, Lisboa
viu-me como a dedicatória
em homenagem à sua memória
com um toque de verdade,
Eu sigo a trajectória
que me trará estabilidade,
E apesar de tenra idade
de mim eu já dei tanto,
Palavras são elasticidade
transformam-me em amianto,
Rejeitam-me como entretanto
copiam-me como um ditado,
E enquanto eu me adianto
ninguém está mais adiantado,
Fui o rascunho desenhado
apenas com um pau de giz,
Se um dia me virem afastado
foi porque eu assim o quis,
Sabendo quantas satisfiz
em penetrações sem glande,
Com o dicionário Luís
e sem a palavra abrande,
O meu heterónimo expande
mostrando tamanho sem fim,
Espantando por ser grande
e caber dentro de mim.

https://www.facebook.com/amateriaprima ... 747995854/?type=1&theater

 
Autor
LuísDiogo
 
Texto
Data
Leituras
1089
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
3
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/12/2014 16:49  Atualizado: 16/12/2014 16:49
 Re: Heterónimo, Fernando Pessoa
De tudo isso abdiquei eu, da subversão, do voo,
De exércitos de estrelas suspendidas, dos prados parados
Saindo dos rios e dos peixes, vestidos de quem sou…
Nada mais me suscita a vertigem dos passados tempos,

Assim uma espécie de faina mas com os barcos presos
No cais, visitando ilha após ilha, maré após maré,
Até que a última estrela caia do horizonte leitoso
E eu não precise mais apartar do que é emoção, o que não é…

Jorge Santos (01/2013)
http://joel-matos.blogspot.com


Enviado por Tópico
PauloAlves
Publicado: 16/12/2014 16:55  Atualizado: 16/12/2014 16:55
Colaborador
Usuário desde: 18/04/2008
Localidade: Bern, Suiça
Mensagens: 1810
 Re: Heterónimo, Fernando Pessoa
Um dos poemas que mais gostei de ler... Parabéns peguei e levei...