https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

CALOROSA

 
Tags:  SONETOS 2015  
 
CALOROSA

Abraça-me! Abre os braços aos abraços
Há tanto que esperando te envolver.
Deixa-me, ao te tocar, enternecer
Porquanto me reténs os olhos baços.

Para o bem ou não, toma-me em teus braços,
Sob pena de jamais acontecer...
E, entregues à alegria, ousemos ser
Apenas dois ladeando breves passos.

Sigamos o caminho à nossa frente
Antes que se me torne indiferente,
Que houvesse sol ou chuva por onde ando.

E esqueça n'um instante o mal passado,
Quando em teus braços eu, aconchegado,
Cuide senão de ti cá me abraçando.

Betim - 26 01 2015


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1288
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
59 pontos
17
5
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/01/2015 11:26  Atualizado: 30/01/2015 12:47
 Re: CALOROSA
duvido do calor que faz
duvido de tudo que faz pensar
duvido do sábio do asno
duvido até do ar

duvido ter nascido
de uma relação de humanos
não duvido do sonho
que esta canção conta

do mar a mar em braços
e repete na volta



Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 30/01/2015 11:50  Atualizado: 30/01/2015 11:50
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2993
 Re: CALOROSA
Ricardo, foi um presente aos meus olhos ler-te aqui.
Tanto o poema quanto a explanação, tocaram-me.
Que hajam esses abraços qual porto final para ti. A ideia realmente é uma tentação irresistível!

Beijo.
Branca


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 30/01/2015 12:07  Atualizado: 30/01/2015 12:07
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: CALOROSA P/RicardoC
Sim acho imperativo que esses abraços se tornem uma realidade, o apelo pareceu-me urgente!
Espero bem que sim...Abraço pelo bonito poema. Vólena


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/01/2015 14:09  Atualizado: 30/01/2015 14:09
 Re: CALOROSA
Retornei aqui para ler-te novamente.

Parabens pelos lindos textos e pela maestria em escrever.

Um abraco,

Anggela


Enviado por Tópico
MarySSantos
Publicado: 30/01/2015 14:46  Atualizado: 06/02/2015 12:05
Luso de Ouro
Usuário desde: 06/06/2012
Localidade: Macapá/Amapá - Brasil
Mensagens: 5282
 Re: CALOROSA
pertinente seu soneto, diante do contexto por qual passa o mundo.
admiro sua perícia em escrever e descrever e fazer sentir. parabéns!



Abraça-me solto
sem o nó do laço
abraça-me,

na liberdade
de um carinho
de um aconchego
um abraço

faço!





Enviado por Tópico
RicardoC
Publicado: 28/09/2015 19:39  Atualizado: 28/09/2015 19:39
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2015
Localidade: Betim - Minas Gerais - Brasil
Mensagens: 3862
 Re: CALOROSA
Quanto a CALOROSA, eu peguei o mote na frase que uma amiga enviou e elaborei o poema.

Antes, eu pesquisei no GOOGLE e vi que muita gente já havia usado aquela frase exatamente daquele jeito, a saber, "Abra os seus braços aos meus abraços..."

Ao colocar o imperativo "abraça-me" antes da frase e omitindo os pronomes possessivos, a frase ficou mais incomum, renovada.

Poeticamente, o legal da frase é a aliteração, ou seja, a repetição do dígrafo "bra" em suas palavras, a maneira de um trava-línguas.

A partir daí, o poema mantém-se cheio de imperativos e de urgências. Esquecer-se nos braços de alguém pareceu uma tentação irresistível, não?

Espero que sim...

Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 01/09/2017 20:44  Atualizado: 01/09/2017 20:44
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1336
 Re: CALOROSA
Seus sonetos e seus poemas, são admiráveis
Parabéns Ricardo sou sua fã. Bjs