https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Anjo condescendente

 
De todo amor que tenho, te desprezo.
Anjo condescendente que a morte traz.
Morte da esperança que em teus dedos, jaz
Com toda prece que em teu nome, rezo.

Insciente, mata-me com teu afeto
Sufocando-me em lisonja negligente
Tornando meu desprezo inconveniente
Denunciando o indolente que interpreto.

E de teus sorriso alheios, sobrevivo
A contemplar-te em teu voo complacente
Ludibriado por teu encanto inocente.

Fazendo eterno, o sentimento paliativo
Desprezo e amo, em irritante contradição
Sendo desprezado no esquecimento da solidão.


Benjamim H.





 
Autor
BenjamimH
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1161
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 02/05/2015 12:20  Atualizado: 02/05/2015 12:20
Colaborador
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3985
 Re: Anjo condescendente
Tão lindo, poeta!
Eu adorei ler!
Um beijinho!

*-*