https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Soldadinhos de Chumbo.

 

Soldadinhos de chumbo.

Quando com cinco anos, ia com meu irmão pegar leite,
Passando o Rio Pingüim, na casa do Sr. João Izequias.
Mas o que mais me interessava, naquela humilde casa,
Era um batalhão de soldados de chumbo que lá existia.

Uma menina de aproximadamente oito anos de idade,
Colocava os soldadinhos perfilados para uma batalha
E, eu ficava observando todas as suas ordens de luta,
Naquela salinha quente, que lembrava uma fornalha.

De um lado, estavam os soldados do Brasil em amarelo,
Do outro, os alemães com uniforme branco e vermelho,
Numa luta de Titãs, para ver quem venceria este duelo.

Mas, nunca se soube quem perdeu mais nesta aventura,
Se os brasileiros, comandados pela Nação Imperialista
Ou se os nazistas, com seus ideais de uma "Raça Pura".

Maringá, 17 de Setembro de 2007.
João Marino Delize.
Direitos Reservados.







verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
930
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.