https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Desejo

 
Open in new window
Desejo

Todo este desejo que aflora
nos teus olhos
agora esparrama
pelos bicos dos teus seios.

Insensata esta chama
rola delicada pelo teu ventre
e cai sobre tuas coxas nuas.

Assim que brilham outros lábios
assustada, recua
é o medo do inevitável
a paúra.

Desamparada e inocente
frágil como cálices de cristais
navega no corpo aberto
nas suas curvas sensuais.

Dança de um fogo crescente
chama tua chama mais ardente
enrosca-se como uma serpente.

Desfaz-se em água
quando os teus pés beijavam
tuas coxas e teus seios acariciavam
os cabelos...

Nos vales, montanhas
nas entranhas
desamparada e deserta
na incandescente chama.

alexandre



 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
402
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.