https://www.poetris.com/
 
 
Tags:  solidão    dor    tristeza    amargura  
 
DOR
 

A noite é testemunha da dor que carrego no peito,
da vontade de ser feliz e não conseguir,
das tentativas frustradas de agradar os outros,
de querer vencer e sair sempre perdedor.

A noite observa em silêncio a solidão
que é presença activa nos meus dias.
Conta as lágrimas que fluem dos meus olhos,
frutos do terror de pressentir mais um amanhã,
igual a tantos outros.

Sinto-me um inútil, perdido, injustiçado,
sem esperança de um destino melhor.
No meu peito restam as cinzas
de uma chama que em tempos ardeu,
quando eu era feliz.

Pedro Domingues
 
Autor
pedrobito
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3800
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Pacheco
Publicado: 23/10/2015 10:23  Atualizado: 23/10/2015 10:23
Da casa!
Usuário desde: 28/09/2015
Localidade: Rio das Ostras - Brasil
Mensagens: 202
 Re: DOR
Poema intenso, gande inspiração! Abraço.


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 24/10/2015 10:46  Atualizado: 24/10/2015 10:46
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29219
 Re: DOR
Nunca na vida podemos tentar ser feliz somente para agradar um outro ser, temos que a coisas fazer onde as essências se corporalizam matizando o nosso sou para ele também ser feliz

A dor da amargura quando somos rejeitados nos deixam marcas poe toda uma vida