https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Casuística Dicotômica

 
Tags:  amor    poema    poesia    paixão    coração    brasil    espaço  
 
CASUÍSTICA DICOTÔMICA

Você acha que eu não sei,
que eu não me importo
que você não se importa.
Mas sinto, sinto muito
não por você mas por mim.

Pode ser que você tenha algo a ver
em haver algo
o que não posso é insistir,
e você não pode
Não está tudo certo.

Ainda que diga que está, não está.
Não pode correr à mim?
então não corra à ninguém
porque é assim que você se desfaz
de tudo que fez, e faz e conseguiu.

Seja rápida com isso,
De o golpe fatal,
Não por você mas por mim.
Dê algo para algo.
Algo sou eu em você.

Instagram: edu_augusto
Facebook: Eduardo Augusto Lino
 
Autor
edu_augusto
 
Texto
Data
Leituras
296
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 25/10/2015 13:28  Atualizado: 25/10/2015 13:28
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6806
 Re: Casuística Dicotômica
Um lindo poema, belo versejar