https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Condicionalidade (Soneto livre)

 

Open in new window


Já não sei classificar esse meu querer,
O que sinto é muito mais que Amor,
É uma loucura que ousa me prender,
É um sentimento puro e avassalador.

Tal condicionalidade só me faz sofrer.
E sofrer por esse amor é quase um louvor.
Não desejo atenuante para te esquecer.
É mágico guardar no peito, esse amor

E todas as lembranças de cada momento,
Que saudosamente chega e me engana.
Como vício, penetra em meus interstícios,

A saudade corre como um rio... Sufocamento!
Ah! Essa vontade de você me faz leviana.
Brigo com a razão e me embriago desse vício.

Diná Fernandes (amopoesias)


meu novo e-mali: dina.oliveirasouzza@gmail.com

PS: dinaf.osouzza@gmail.com, foi desativado.

 
Autor
amopoesias
 
Texto
Data
Leituras
533
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
2
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Anacduarte
Publicado: 25/10/2015 10:15  Atualizado: 25/10/2015 10:15
Colaborador
Usuário desde: 11/10/2015
Localidade: Azeitão
Mensagens: 503
 Re: Condicionalidade (Soneto livre)
Querida poetisa Diná que soneto maravilhoso, o vicio que a penetra e que a torna leviana.... As melhores sensações da vida são as que nos tornam levianas, amei a saudade do vicio.
Está muito bom.

Um beijinho
Acd

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 25/10/2015 10:32  Atualizado: 25/10/2015 10:32
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29264
 Re: Condicionalidade (Soneto livre)
O sendos dos olhos se faz nas ástucias dos acontecimentos coisa que o coraçõa sentem, uma saudade que faz aquele lindo momento de maor..Gostoso vicio