https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

BATALHA

 
Tags:  SONETOS 2015  
 
BATALHA

Ela passou por mim -- já nem sei quando --
Após me atravessou como se a um rio
Terá sido amor? Tive apenas frio...
E ao partir parecia estar chorando.

Eu só me lembro d'ela me ensinando
A amar entre o destino e o desvario.
Não pôde, porém, com silvos d'assobio
Marcar assim adágio tão nefando.

É... Não pôde. Não pude!... Foi em vão
Que escutei as razões do coração
Para depois partir só e sem sorte.

Àquela melodia, entanto, eu sigo
Como ao sopro tenaz d'um fole antigo,
Marchasse na neblina para a morte.

Betim - 26 11 2015


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
233
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/11/2015 13:27  Atualizado: 27/11/2015 13:27
 Re: BATALHA
*Um primor!
As razoes do coraçao...
Deambulei!
Abraço de admiraçao
K*