https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

NEOLOGÍSTICO

 
Tags:  SONETOS 2001  
 
NEOLOGÍSTICO

A nos fiarmos nos poetas, todo nome
Que se inventa é ao povo que pertence.
Sim, a palavra, qual palco circense,
Quer-se aplauso onde o público a retome.

Escrever tal-qual leão que alto se dome
No picadeiro a quem vem, vê e vence.
Pois verdadeiro o ardor se nos convence,
Senão algo que o frívolo consome...

Se as palavras têm algo a mais dizer...
O espetáculo está, pois, em recriá-las
Com risco de ninguém nada entender.

Deixai passar os leões! Oh abre alas!...
E chova sobre nós a não poder
Confete e serpentina como galas!

Belo Horizonte – 20 01 2001


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
430
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/11/2015 00:01  Atualizado: 28/11/2015 00:01
 Re: NEOLOGÍSTICO
não sei se vai gostar desta minha intervenção por cá(rimou!), mas eu tenho que dizer que você escreve pra cacete, e desculpa o têrmo!