https://www.poetris.com/
Sonetos : 

VIROSES

 
Tags:  SONETOS 2005  
 
VIROSES

Já não te inquietes mais, antes confia.
Afasto a dor p'ra bem longe de ti.
Abraça-me! Não chores... Estou aqui
Só para atravessar a noite impia.

Cuida, porém, do quanto desafia
Co'os olhos marejados que te vi
Perceber que, contudo, estava ali
A benfazeja luz da companhia.

Doentes imaginários!? Falsos sãos?!
Andando pelo corpo, afligem a alma
Uns monstrinhos d'estresse, ardor e trauma.

Mas passa logo... Assim, fica mais calma...
Recebe em meus carinhos, mesmo vãos,
A cura que há nas palmas d'estas mãos.

Betim – 05 05 2005


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
179
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.