https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sei que há um anjo que vela

 


Tristeza profunda no coração interceptado,
apenas dançou alegremente, embalado
pelos gritos de profundas gargantas
não partiu pedaços de céu como mantas,
se contentado em olhar o teto do quarto
adornado com grânulos de cristal farto,
ouro e prata bailarinos nas paredes
tudo dentro do mundo visível de redes,
som vigilância da pequena lua da noite.

Revirando-se nas cadeiras de madeira
os passageiros pagantes da barca inteira
em silencio psicografavam mensagens
banhados por lágrimas, brilhantes imagens
vertidas dos olhos do quadro à míngua
de outra menina surrealista mostrando a língua,
com a alma distante cautelosamente triste
mantendo a respiração áspera, dedo em riste
entre a Torre de Londres e o cais do Tamisa.

Mas, havia sorriso, sorrisos triplos irradiados,
besuntados de inflamatórios bem preparados
nas mãos intrínsecas balançando a chama fatal,
tremendo selvagem, com medo de quebrar o cristal
da redoma brilhante inteiramente vigiada,
mesmo nesta cidade, nesta casa isolada.
Só na cama, travesseiro cobrindo a cabeça,
sei que há um anjo que vela para que nada aconteça
querendo me desenhar asas azuis nas costas.

Assim poderemos voar guiados por uma fada
libertando a bailarina de saia engomada
que dançava sob o vidro obediente
às voltas com ponteiros do tempo exíguo na mente
saindo ambos das sombras com ressuscitados desejos.13122015

 
Autor
FilamposKanoziro
 
Texto
Data
Leituras
366
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
3
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
s.i.s
Publicado: 13/12/2015 19:16  Atualizado: 13/12/2015 19:16
Muito Participativo
Usuário desde: 01/12/2015
Localidade: São Paulo
Mensagens: 85
 Re: Sei que há um anjo que vela
As noites sempre parecem mais longas e escuras do que são,quando a lamparina se despede rumo aos pés da cama fria e solitária,onde monstros,anjos,heróis e poetas brincam de amarelinha, na sorte de cair a casa do céu para os pés.
E quando isso acontece todos os lápis de colorir manifestam sorrisos nas asas que desenham o mais lindo dos voos alçados,pois esse conhece o caminho das nuvens,escutam suas canções e o mapeiam de puro encantamento tal qual estrelas derramadas de ternuras.
As inflamações seguem intrépidas,orgulhosas do papel cumprido no compromisso do alerta para o verdadeiro valor da vida,sim... Gomas com ou sem açúcar amassados em ferro quente adoçam as bocas,as pernas e o ego agradece de fato o carinho,afinal Mestre, o mais poderoso olhar do mundo em vigília dorme um segundo e nessa hora sabe o cristal na redoma que a festa iniciou o canto da vitória, sem medo de enfim respirar as glorias de quem de joelhos conversa uma intima e confessa oração.

Enviado por Tópico
SoniaLeticia
Publicado: 13/12/2015 22:16  Atualizado: 13/12/2015 22:16
Muito Participativo
Usuário desde: 25/11/2015
Localidade:
Mensagens: 52
 Re: Sei que há um anjo que vela
achei bonito mais dificl de entendimento para mim