Poemas : 

ANJO MEU.

 
Alguém já te revelou.
Que quando me falas.
Calo me, ti escutando inebriado.
Com os meus olhos pidões e esfomeados.
Querendo devorar cada pedacinho seu.
Gosto de me sufocar em seus lábios.
Sentindo o cheirinho seu.
Que me incita, alucina.
Atirando-me para o seu lado.
Como que se uma própria brisa assanhada.
Em busca de sua pré amar.
E já não sabendo se apaixonado.
Ou se deixando o amor entrar.
E que olho nos seus olhos.
Sussurrando bem baixinho.
_ vai não me olhes assim.
Pois se encabular.
Perco a coragem de lhe dizer.
Anjo meu.
JCJ


 
Autor
JCJ
Autor
 
Texto
Data
Leituras
598
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Barbozza
Publicado: 11/03/2016 13:37  Atualizado: 11/03/2016 13:37
Membro de honra
Usuário desde: 24/07/2009
Localidade: Brasil - Alagoas
Mensagens: 1575
 Re: ANJO MEU.
Belo poema, JCJ, o medo da recepção nos faz calar quando podemos nos revelar;
e dizer: anjo meu...