https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

ALDEBARÃ

 
Tags:  SONETOS 2016  
 
ALDEBARÃ

Quando de noite, à abóboda infinita,
Surges a guardar quanto se constela
Em Touro, que por seu olho revela
A estrela mais vermelha e mais bonita...

És aquela que há tempos se acredita
Que sobre teu poeta o sono vela.
Permite-me ao menos ser, imensa estrela,
Um planeta que ao largo te gravita.

Possa eu refletir os olhos teus
E, pela tua luz, luzir também
A ponto d'eu ser para ti alguém.

Ou senão, vem me dar o último adeus
E mais um beijo só de despedida
Para lembrar de ti por toda a vida.

Betim – 19 03 2013


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
351
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
4
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2016 14:32  Atualizado: 21/03/2016 14:32
 Re: ALDEBARÃ
*tal qual a estrela mais brilhante da constelação de Taurus...

"Possa eu refletir os olhos teus
E, pela tua luz, luzir também
A ponto d'eu ser para ti alguém."

*P O E S I A*

Abraçoka*


Enviado por Tópico
MaryFioratti
Publicado: 30/09/2016 17:49  Atualizado: 30/09/2016 17:49
Colaborador
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade:
Mensagens: 2400
 Re: ALDEBARÃ
Muitooooooooo bonito Ricardo!

Abracos


*Mary Fioratti*