https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

PALAVRAS FURTADAS

 
PALAVRAS FURTADAS

As palavras qu’eu tinha, quem furtou?
Sobretudo, por quê? Qual o sentido
Têm senão para mim?... Terão valido
Àquele que as levou para si ou

Simplesmente bem boas as achou?...
Penso que pensa ser muito sabido,
Ainda que não saiba o que vivido
Tenho para m'as ter e ser quem sou.

Furtadas, com certeza, às escondidas
Sem que jamais tivessem sido lidas
Nem ouvidas por mais quem quer que fosse!

As palavras qu’eu tinha, quem as tem?
Furtadas, com certeza, por alguém
Que ao domínio de todo mundo as trouxe!...

Betim - 16 05 2014


Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
206
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.