https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tímido olhar dos apaixonados

 
Open in new window

Quando arejam ventos do amor,
Nenhum coração se esquiva
Aos prazeres da paixão proactiva
Que faz a alma luzir de pormenor

Quando arejam ventos do amor
Palavras se fecham no Silêncio
Olhares buscam o convívio
Nos sorrisos prenhes de pudor

Peitos arfam de prazer
Sorrisos tímidos se afloram
E anunciam o bem-querer

Bailam olhares pejados
No mutismo do querer
Que apronta corações apaixonados

Adelino Gome-nhaca



Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
413
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
32 pontos
6
5
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/04/2016 05:55  Atualizado: 21/04/2016 05:55
 Re: Tímido olhar dos apaixonados
Quando arejam ventos do amor,
Nenhum coração se esquiva ...
Forte e certeiro....Como. uma flecha que segue certa , à um alvo morto! !!...


Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 21/04/2016 14:35  Atualizado: 21/04/2016 14:35
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4096
 Re: Tímido olhar dos apaixonados
No olhar dos apaixonados brilha a luz da felicidade!


Gostei muito!

Beijinhos


Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 24/04/2016 10:57  Atualizado: 24/04/2016 10:57
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4176
 Re: Tímido olhar dos apaixonados
Bom dia Adeino,

Muito lindo este teu poema/soneto, em que as rimas se fazem perfeitas e os versos falam do amor que nasce e se abre por entre o coração de duas pessoas.

Parabéns, gostei mesmo muito
Beijos
Eureka