https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

RIO URBANO

 
Tags:  SONETOS 2016  
 
RIO URBANO

O rio que atravessa uma cidade
Leva dos citadinos os seus suores.
Lava, assim, desde os maiores aos menores,
As mãos com indistinta humildade.

Admirável, de facto, essa igualdade
Para servir a todos, mesmo os piores.
Visto as águas servidas sem pudores
O tornarem imunda realidade.

Às margens, altos muros de concreto
Tolhem os seus meandros n’algo reto,
Seguindo às linhas vãs das avenidas.

Tão cheio de humanidade, o rio corre.
E embora nutra e sirva a tantas vidas,
Justo por estas vidas que ele morre.

Betim - 20 05 2016




Ubi caritas est vera
Deus ibi est.


 
Autor
RicardoC
Autor
 
Texto
Data
Leituras
395
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.