https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

NOITE

 
Ó noite que iluminas
Com teu luar
Tuas estrelas
Ó noite que caminhas
A passos longos e pequenos
Noite que por vezes muitos de nós
Te tememos.
Ó noite fria e serena
É como se contigo falasse
Tornas a vida pequena
Como se de sol se tratasse
Noite de estrelas cintilantes
De tantos momentos brilhantes
Que até tu ó noite
Já não és como eras antes
Noite que sem querer
Fiz de ti minha companheira
Ó Noite que na tua escuridão
Se vê na palma da mão
A palavra verdadeira
A palavra de dor, de amor
Que com o dia trazes alegria e gratidão
Onde há muito, muito tempo só trazias solidão
Noite que te tornaste pequena mas gosto de ti assim
Só por seres fria e serena.
Ó noite de ilusões, noite de mil perdões que assim
Consegues juntar muitos, muitos corações.

Nota do autor:
Este poema faz parte do meu livro "Relatos de uma vida"

 
Autor
Paulo Silva
 
Texto
Data
Leituras
495
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 04/03/2008 18:01  Atualizado: 04/03/2008 18:01
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: NOITE
Namastê Poeta!
Lindo poema!

Karla Bardanza