https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Semana Vazia

 
Tags:  vida    rimas    pensamento    social    superar  
 
Semana Vazia
 
Eu quero ser feliz, viver do jeito que sempre quis
Não tendo nada para me impedir, os degraus da fama eu vou subir
Eu sei que vou conseguir, não quero mais me iludir, só quero me divertir
Vou resistir, com tudo que está por vir
Os maus olhares eu vou destruir, e tudo só depende de mim
E não chegará tão cedo o meu fim.

Buscando sempre me entreter, qualquer coisa para fazer
O sucesso eu quero merecer e, ao amanhecer, no papel os versos vou escrever
E ao entardecer, antes de ir-me deitar, vou sentar-me e pensar
Refletir, sobre tudo o que escrevi
Um futuro próspero eu vou construir, e também quero me sentir livre
A capacidade para ter algo eu sei que existe
Não deixarei qualquer coisa interferir
Não deixarei ninguém me deprimir.

Quero lotar as folhas do caderno de ideias
Mesmo sabendo que as palavras não estarão corretas
Ter o prazer de lê-las no dia seguinte
Jogar nelas o que eu consigo sentir
Um hobby que me envolve e a satisfação que me devolve
Quero fazer sentido, assim como o personagem daquele livro
Escrever sobre tudo, sobre isso, sobre aquilo
Todos os dias, da caneta preciso, para escrever sobre um ocorrido
E a cada palavra, cada frase rimada, deixa minha mente mais motivada
Com isso eu tento expressá-la, tento apresentá-la
Nem sempre consigo mostrá-la da maneira que gostaria
Tentar decifrar minha mente tornou-se rotina
Mas sempre dou a atenção devida
Não permito que nenhuma ideia seja esquecida.

Na maioria das vezes imagino como escrever o que penso
Mas sempre me perco, não compreendo como posso ser tão lento
Existe um propósito no meu pensamento
Mas a dificuldade é deixá-lo "legível", compreensível, aceitável
Porém, a busca pelo resultado final se torna implacável
Passei dos cem textos escritos no meu cantinho
Mais textos hoje pressinto que irão surgir
Agora possuo um novo caderno para usufruir
Com ele irei me divertir e irei me distrair
Tantas palavras eu ainda posso escrever
Que mal posso me conter, mas não irei me abster
Penso sempre em escrever sobre tudo que aconteceu
Que chamou minha atenção, algo que me surpreendeu
Confesso que muitas rimas são de amor
Outras, que são feitas por causa de alguma dor
Cego estou em crer que ano que vem eu ficarei bem
Não estou dizendo que estou sem motivação
Mas tantos fatos deixaram meus sentimentos abalados
Que muitas vezes me encontrava no precipício da depressão
Mas encontrei a salvação nas minhas rimas escritas a mão.

Porém, por algum motivo, estava sem "assunto"
E aí, deixei essa rima no escuro
A semana que passou eu não estava me sentindo seguro
Mas a caneta não me abandonou, me sentei e as rimas soltei.

Restam apenas poucas palavras
Inspecionando as frases que foram selecionadas
Melhorando cada uma
Até que a última suma, essa é minha postura.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
306
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.