https://www.poetris.com/
 
Épicos : 

A Ilha- Rei Arthur

 
Tags:  ilha    MÁRES    viagens    rei arthur    cavaleiros  
 
A Ilha- Rei Arthur
 
Trecho do livro de minha autoria

A bordo do Corvo

O sol se despedia lá no horizonte, e as primeiras estrelas apresentavam um novo céu onde às velhas conhecidas, Polares, Ursa Maior e Menor davam espaço para outra do hemisfério sul.
Deveriam retornar para o Corvo, pois pernoitar nesta ilha na primeira noite seria imprudente, como também deixar as sós Malenca a bordo. Certamente ter uma surpresa desagradável na manha seguinte, caso partisse com o navio sem Arthur e os cavaleiros, pois a confiança que Arthur havia depositado no capitão Malenca já não era a mesma de outrora.
A bordo do Corvo, a tripulação se maravilhava com um céu de uma negritude carregadas de mistério, e cheio de estrelas. O cartógrafo pôs-se a desenha-as, criando o registro de um mapa estrelar para futuras navegações nesses novos mares a desvendar, e que aos poucos seriam desmistificados da existência de monstros marinhos, e do fim do oceano terminando num precipício.
Um tanto abafado em sua cabine Arthur, foi para o convés, observando de perto o trabalho do cartógrafo, e constatou nos desenhos uma constelação em forma de cruz, voltou os olhos para o céu, e lá estava ela que mais tarde seria conhecida com Cruzeiro do Sul.

Trecho do livro- A ilha( O Espelho Negro)
 
Autor
airtorion
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1685
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.