https://www.poetris.com/
 
 
A língua atrai e retrai-se
aos conjuros da sede.

Ah!!! Pecado foi beber-te
e não caberes dentro de mim!

Vera Carvalho


Vera Carvalho

 
Autor
VeraCarvalho
 
Texto
Data
Leituras
1429
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 12/03/2008 22:11  Atualizado: 12/03/2008 22:11
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: Sede
Olá Vera
Excelente!
Faz o desejo e nas imagens me perco...
Beijo

Enviado por Tópico
Vera Sousa
Publicado: 12/03/2008 22:23  Atualizado: 12/03/2008 22:23
Membro de honra
Usuário desde: 04/10/2006
Localidade: Amadora
Mensagens: 4100
 Re: Sede
Vera, um pequeno poema, um grande poema!

Beijo

Vera

Enviado por Tópico
Tália
Publicado: 12/03/2008 22:40  Atualizado: 12/03/2008 22:40
Colaborador
Usuário desde: 18/09/2006
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2503
 Re: Sede
Curto e directo!

Beijo saudoso

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 13/03/2008 06:43  Atualizado: 13/03/2008 06:43
 Re: Sede P Vera Carvalho
A lingua atraia e retrai tudo o que de saboros recusando as armaguras.

O pecado esse o sentira o coração quando for taidos por palavras e actos, que ao beberem-se nos deixa embriagos e perdidos sem rumo.

Adorei o seu curto mas belo pensamento.

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 13/03/2008 14:27  Atualizado: 13/03/2008 14:27
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4763
 Re: Sede
Linda poetisa,
você escreve tudo!
E tanto, que transborda!

Sempre sua fã

Amora

Enviado por Tópico
Le Tab
Publicado: 14/03/2008 08:49  Atualizado: 14/03/2008 08:49
Membro de honra
Usuário desde: 02/02/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1460
 Re: Sede
Palavras para que dizes tudo como só tu sabes fazer. Bjs

Enviado por Tópico
asv
Publicado: 14/05/2009 12:07  Atualizado: 14/05/2009 12:07
Super Participativo
Usuário desde: 14/02/2008
Localidade:
Mensagens: 106
 Re: Sede
E fico aqui, os olhos abertos à tua nudez desembaraçada, brincando com Eros na plenitude natural dos campos primaveris.

Enviado por Tópico
AlexandreHomemDual
Publicado: 04/05/2010 13:12  Atualizado: 04/05/2010 13:12
Muito Participativo
Usuário desde: 27/04/2010
Localidade: Faro
Mensagens: 68
 Re: Sede
Estes 4 versos vão andar a ecoar-me na cabeça o resto do dia... assim como que a fazer ondinhas num lago quando jogamos uma pedra. E que pedrada... Posso citá-la esta noite num recital de poesia (com indicação da autora, claro)?

Saudações, AHD