https://www.poetris.com/

 
(1) 2 »
Offline
VeraCarvalho
Diz-me...
Diz-me… como da chuva que se cola ao calor da pele e adivinha na noite a frescura da alvorada D...
Enviado por VeraCarvalho
em 04/09/2008 12:39:54
Offline
VeraCarvalho
Sede
A língua atrai e retrai-se aos conjuros da sede. Ah!!! Pecado foi beber-te e não caberes dentro ...
Enviado por VeraCarvalho
em 12/03/2008 21:53:07
Offline
VeraCarvalho
Eternidade
Ah, se eu pudesse espraiar as minhas memórias com a leveza da brisa e render-me ao sorriso que el...
Enviado por VeraCarvalho
em 12/03/2008 21:43:21
Offline
VeraCarvalho
Insânia
Talvez eu não possa amar-te talvez a insanidade dos meus sentidos revogue a serenidade de um poe...
Enviado por VeraCarvalho
em 12/02/2008 20:24:35
Offline
VeraCarvalho
Espectro de consciência
Pega-me ao de leve no corpo entardecido do sol, despe-me do laranja e do vermelho e entorna-te ...
Enviado por VeraCarvalho
em 03/01/2008 19:05:07
Offline
VeraCarvalho
A ferro e fogo
A Ferro e Fogo A distância dos nossos corpos assedia a ânsia… Freme veemente em círculo ardent...
Enviado por VeraCarvalho
em 26/11/2007 21:55:30
Offline
VeraCarvalho
As lágrimas que me secam
Correm lágrimas desalinhadas em meu rosto quando, à minha direita, vejo o vazio rebatido de ten...
Enviado por VeraCarvalho
em 20/09/2007 15:51:44
Offline
VeraCarvalho
Aborto
Arranco os pedaços de versos que guardo no ventre e choro a dor lacerante que me adelgaça a cin...
Enviado por VeraCarvalho
em 17/09/2007 19:05:48
Offline
VeraCarvalho
Peleja
Entre o que sei e o que não digo ponteiam súbitos de serenidade. Entre o que não sei e o que digo...
Enviado por VeraCarvalho
em 06/09/2007 18:08:14
Offline
VeraCarvalho
Insónia
Há poemas que antevêem o sonho por isso deixo que as palavras me tirem o sono. Vera Carvalho
Enviado por VeraCarvalho
em 06/09/2007 18:05:36
Offline
VeraCarvalho
Amor (-) perfeito
se em cada palavra de amor florisse uma flor em minha boca eu te oferecia um ramo de acácias se...
Enviado por VeraCarvalho
em 28/08/2007 16:45:01
Offline
VeraCarvalho
Escrevo - Experimento
Numa tentativa de contornar as palavras da voz escurece-me a tinta que goteja da pena, é negra, ...
Enviado por VeraCarvalho
em 24/07/2007 14:23:41
Offline
VeraCarvalho
Sonho alentejano
Sonho alentejano Lembras-me o cicio de vento que percorre o trigal dourado. Brando, acompanha...
Enviado por VeraCarvalho
em 17/07/2007 17:34:10
Offline
VeraCarvalho
Partida
há uma visão repetida retida na concavidade da minha retina e há lágrimas que se juntam à neblin...
Enviado por VeraCarvalho
em 25/06/2007 20:29:07
Offline
VeraCarvalho
Delicadamente broto...
absorvo cada sussurro teu com palpitações trémulas que me aproximam à boca o coração ...
Enviado por VeraCarvalho
em 05/06/2007 21:14:39
Offline
VeraCarvalho
Falta-me a essência
Falta-me a essência não vês que sou apenas pó por entre o cerco dos teus dedos e que devagarinho...
Enviado por VeraCarvalho
em 30/05/2007 16:58:03
Offline
VeraCarvalho
Um grito gravado
Enterro meus olhos na folhagem enfraquecida no assombro da tua imagem calcada pelos meus passos ...
Enviado por VeraCarvalho
em 22/05/2007 14:16:24
Offline
VeraCarvalho
Esqueleto Salino - Dueto
*no esqueleto salino das ondas escavo abraços fósseis de náufragos e uma luz ausente e triste esc...
Enviado por VeraCarvalho
em 09/05/2007 19:38:25
Offline
VeraCarvalho
Será tua esta praia?
Serão tuas as lágrimas que o mar expulsa e me devolve ao rosto? Será teu o lamento do marejar da...
Enviado por VeraCarvalho
em 02/05/2007 15:28:49
Offline
VeraCarvalho
Hoje acordei no verde musgo dos teus olhos
Hoje acordei no verde musgo dos teus olhos estendida sobre brancas flores acariciada pelo vento...
Enviado por VeraCarvalho
em 24/04/2007 15:29:56
(1) 2 »