https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Inexorável

 
Tags:  tristeza    mentiras    desisto    Safiras  
 
Onde está guardado o brilho das safiras?
À esmo tento buscar a verdade em minhas mentiras.
Talvez se eu não tivesse que enfrentar as filas,
pudesse conseguir um lugar para ver as estrelas caídas.
Em vez disso caio de cansaço,
tentando me enganar.
eu realmente não faço ideias de onde quero chegar.
Perco tempo tentando acreditar em mim mesmo,
mas corro para qualquer lado para não me sentir preso.
Depois de tantas voltas eu não achei uma solução.
Talvez eu seja uma pobre alma precisando de salvação.
Novos truques fazem com que eu me sinta vivo,
mas quanto mais os uso, mais eu preciso.
Onde diabos está o brilho das safiras?
Porque eu ainda me importo com minhas mentiras?
Meu desespero destrói todo o meu coração.
Busco sentido até neste rádio, em cada estação.
Contando os segundos em que estou preso a mim.
Busco fatores que me levem para perto do fim.


Rafael Carneiro


Nota
Considero um dos meus melhores poemas.
Tenho certeza que apreciarão!
 
Autor
Rafaelcarma
 
Texto
Data
Leituras
396
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.