https://www.poetris.com/
 
Textos : 

O ponto

 
O que é real? Nuvens, silêncio ou tendências? Silêncio, toques ou entradas? Barragens, silêncio ou partidas? Ah, o silêncio...

Como podemos dizer algo é ou não é real se nem mesmo sabemos se nós mesmos somos reais? Um ponto preso no espaço para sempre nunca poderá entender a eterna complexidade do ser ou não ser, do que é e do que tenta ser, vão além de minhas capacidades pontuais. Soterrado em dúvidas acerca de todo o universo que me rodeia e que me sufoca, tentando apenas colocar a cabeça para fora para poder entender que tudo o que está a minha volta é real, que não é apenas um sonho.

O que é o choro? Tentativas, samba e desatinos? Fantasias, dias e samba? Carnaval, samba e natal? Ah, o samba...

Como um ponto não consegue achar algum adjetivo que possa expressar o que sinto? Será que estou eternamente condenado a não sentir nada, apenas pelo fato de não ter coração? O que eu sou além de um mero ponto preso em um lugar no universo? Não quero ser mais do que eu sou, ao mesmo que tempo que não gosto de nada que eu sou. A eterna complexidade do existencialismo me bate de uma maneira tão violenta que sempre acordo pensando na mesma pergunta idiota “Porque eu existo?”. Estarei eu tentando algo que é totalmente impossível? O que estou tentando e porque tento? Porque tento provar a mim mesmo que estou vivo? Eu estou vivo? Esses pequenos problemas são sempre trazidos pela maré.

O que é híbrido? Futebol, dúvidas e piscina? Dúvidas, gargalhadas e poemas? Areia, cigarros e dúvidas? Ah, as dúvidas...

Uma imensa areia que cobre toda a superfície de um ponto qualquer.


Rafael Carneiro


Notas
Todos na vida somos apenas um ponto...
 
Autor
Rafaelcarma
 
Texto
Data
Leituras
431
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 27/07/2017 13:43  Atualizado: 27/07/2017 13:43
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9802
Online!
 Re: O ponto
Boa dia Rafa, teus versos descrevem o ser humana tal qual ele é, cheio de perguntas, e minguado de respostas, parabéns pelo vosso incisivo poema, um abraço, MJ.