https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Tudo tem um fim

 
Por vezes chega a hora de virar a página, de dar uma volta ao bilhar grande e sorrir.
Que há pensamentos maliciosos e maldosos todos sabemos que há, mas cravar os dentes de sorriso amarelo é um assunto que nos deixa tristes.
Hoje, foi um daqueles dias em que as palavras eram lágrimas azedas da cor da tristeza. Não é por termos poder que devemos espezinhar a calçada do nosso contentamento .
O caminho faz-se caminhando e bofetadas de luva branca vêm a caminho, juro que gostava de gravar poemas de amor ou de amizade mas de momento vou fechar as portas.
O tempo irá dar-me razão ou não, mas triste não vou ficar para sempre.
É tempo de dar corda aos sapatos e sorrir desalmadamente, só assim sei viver, sem olhar para trás nem ruborizar a merda que aquele pedregulho fez.


Carolina

 
Autor
Carolina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
262
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
6
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 06/09/2017 10:31  Atualizado: 06/09/2017 10:31
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1597
 Re: Tudo tem um fim
Os sorrisos são a melhor maquilhagem... ou apenas aquilo que nos embeleza o rosto e nos esconde as fraquezas.
Os desamores.
Tens frases muito bem conseguidas.
Alguma amargura, mas um sentido de sobrevivência, ou maturidade.

Bj


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 06/09/2017 11:49  Atualizado: 06/09/2017 11:49
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Tudo tem um fim P/Carolina
OLÁ!
Por quê dar corda aos sapatos
dê antes corda ao pensamento
quando um dia tiver asas, voa
já ultrapassou os pedregulhos,
e feliz vai, rumo ao firmamento.

BEIJINHO Vólena


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 09/09/2017 13:34  Atualizado: 09/09/2017 13:34
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29303
 Re: Tudo tem um fim
A vida ele nos mostra verdadeiro instantes, mas nem tudo é felicidade, mitas vezes nosso olhos chorram lágrima em silêncio, Sorrimos a própria dor, o nosso viver um é senso incolor que vais nos definhando