https://www.poetris.com/
Poemas : 

Poema sem nome

 
Tags:  Sem tags  
 





Um passo após a porta
nós não teremos saída.
Nesta realidade torta
damos valor à vida.

Idiotices, tolices, miragens...
Qual o valor das paisagens?
Qual o sentido do tempo?
Ah!... Seus cabelos ao vento...

Sentimentos em um furacão!
Sinto meus neurônios
furtarem a minha força,
pois já estou na tua mão...

Alegrias em concertos
ou até mesmo sem jeito.
Depois da porta não se sabe,
não se sente ou sente muito...

Sem um sentido idiota
ou uma memória distorcida...
A semente não revivida
reverbera pelo ar...








Rafael Carneiro


 
Autor
Rafaelcarma
 
Texto
Data
Leituras
200
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 30/09/2017 14:38  Atualizado: 30/09/2017 18:24
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29256
 Re: Poema sem nome
Palavras arejadas de sentimentos. Um lindo poema