https://www.poetris.com/
Sonetos : 

LÁBIOS CAMINHEIROS

 
LÁBIOS CAMINHEIROS

Na tua pele solto a fera audaz
tocando devagar a maciez
de um corpo que transpira calidez,
aguça imaginários, fogo traz.

Em ti meu coração se satisfaz,
embevecido, perde a lucidez,
levita, permitindo-se ebriez
porque te resistir é incapaz.

Bebendo da lascívia, teu licor
os lábios caminheiros longe vão,
felizes, encharcados de dulçor.

Dos olhos sorridentes o clarão
confessa a imensidade desse amor
regado por desejo e perdição.


Jerson Brito

 
Autor
jersonbrito
 
Texto
Data
Leituras
118
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/12/2017 22:08  Atualizado: 03/12/2017 22:08
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29201
 Re: LÁBIOS CAMINHEIROS
Um poema que se busca nas essência do amor as mais belas verdades de uma linda paixão